27 de abril de 2018

SPFW: O emocionante desfile de Ronaldo Fraga aborda a tragédia de Mariana

Por: Verônica Portugal

 

A edição 45 da São Paulo Fashion Week encerrou ontem, com alguns desfiles super aguardados, como o de Glória Coelho e o lançamento da coleção feminina do João Pimenta. Quem também gerou ansiedade dos convidados foi o estilista Ronaldo Fraga. Dias antes do desfile, já circulavam nas redes sociais imagens de flores e folhas secas bordadas à mão, dando um gostinho do que viria na coleção.

O estilista mineiro, já conhecido pelo seu trabalho que mistura como ninguém moda, poesia e política, não fez diferente este ano e trouxe para a passarela a coleção Mudas. Ele aborda de maneira muito sensível o crime ambiental ocorrido em Mariana, Minas Gerais, com o rompimento da barragem do Fundão, em 2015, tragédia que segue impune até hoje.

 

A jornalista Marília Gabriela participou do desfile

 

Ronaldo virou o seu olhar sob o acontecimento para falar das perdas humanas, culturais e subjetivas, além do prejuízo ambiental. Ele se uniu ao coletivo de mulheres bordadeiras da região de Barra Longa, cidade atingida pelo rompimento da barragem, o Meninas da Barra, através de aliança com a Associação de Culturas Gerais e a Fundação Renova, que visa recuperar a economia dos municípios afetados pelo desastre.

A coleção contou com os bordados feitos pelas mulheres, estampas que resgatavam fotos antigas de família, homenageando a memória de pessoas que perderam suas casas e seus laços no lugar, folhas secas e estampas de cobras e outras que lembravam lama, apontando para os problemas ambientais causados pela tragédia. Mas, principalmente, a coleção conta com muitas flores, que simbolicamente dizem que a partir da tristeza, é possível fazer surgir vida novamente.

 

Fotos: FFW

Buscar no blog