11 de julho de 2018

Reta, godê, mullet: Os diversos tipos de saias e seus nomes

Por: Verônica Portugal

 

Como falamos ontem aqui, vamos fazer uma série de posts para você que quer entender todas as nomenclaturas diferentes dadas para as peças do vestuário feminino. É tanta coisa que às vezes a gente até se perde, né? Hoje, vamos de saias! As saias podem ter diferentes nomes de acordo com o tamanho: tem micro, mini, a clássica que vai até a altura dos joelhos, midi, longa… Mas, a coisa complica quando falamos dos diferentes tipos de cortes. A variedade é quase infinita, mas selecionamos as principais aqui.

Os modelos mais clássicos de saia são: a saia lápis e a godê. A saia lápis é aquela que fica bem justinha do corpo, e a sua barra sempre vai até depois dos joelhos, podendo chegar à canela. Ela pode ser confundida com a saia reta, mas são diferentes, já que a saia reta, como o nome diz, possui um corte paralelo ao quadril, enquanto que a saia lápis acompanha a curvatura do corpo.

 

Olha só a diferença entre a saia lápis acima, e a saia reta abaixo

 

A saia godê, nada mais é do que a famosa saia rodada. Pela similaridade do nome, ela pode ser confundida com o modelo evasê, porém elas não são parecidas. A saia evasê é aquela que tem um corte em formato de “A”, ela começa justa na cintura e vai abrindo levemente até a sua barra. É também um modelo muito popular e adorado pelas mulheres. É um corte que geralmente funciona em todos os tipos de tecido, do jeans ao cetim, e tem um caimento leve em todos os tipos de corpos.

 

A saia godê acima, e a evasê abaixo

 

Partindo para os modelos “diferentões”, a saia Peplum é aquela que possui um volume extra, como um babado na cintura. Esse modelo traz destaque para a silhueta e deixa o visual super ‘bonequinha’.

 

 

Outros modelos que causam confusão são os plissados e os drapeados. Ambos são técnicas de costura usadas desde os tempos da antiguidade (sim!), usadas para dar um charme a mais no tecido. O plissado é aquele que causa um efeito de “sanfona” na roupa, já o drapeado é aquele que forma dobras e ondulações no tecido, que podem ser horizontais, verticais ou diagonais.

 

A saia plissada e drapeada

O modelo de saia mullet é aquele que possui um corte diagonal, maior na parte de trás e mais curtinho na parte da frente.

Já as saias assimétricas são variadas e possuem diversos cortes diferentes. São super modernas e deixam o look jovem e estiloso.

Fotos: Pinterest

Buscar no blog